Formadores de opinião em defesa da “cultura do funk” dão uma dimensão da profundidade do “poço”

Quando formadores de opinião vêm a público pedir respeito aos bailes funks porque ele faz parte da cultura do Brasil, conseguimos entender a profundidade do poço que vimos ser cavado sem nenhuma reação….

A culpa de existirem bailes com sexo grupal ao ar livre, drogas liberadas protegidos por traficantes com metralhadoras é minha, é sua, é de todos nós!!

É culpa da nossa inércia, do nosso comodismo….

Comodismo de achar que isso está muito distante da nossa realidade e, por isso, não tem que se preocupar…

Porque brasileiro é um povo pacífico, ordeiro e que acha que Deus resolve tudo….

Pais perderam filhos….

Mas talvez você não saiba que muitos filhos foram gerados sem pais nesses mesmos bailes….

E assim a vida segue….

E assim vamos cavando ainda mais fundo nosso poço…

Um poço que não tem fundo….

“Parabéns” aos envolvidos!!

(Texto de Flavia Ferronato. Advogada)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s